Febre de Chikungunya

Aedes aegypti também transmite a febre de chikungunya Aedes aegypti também transmite a febre de chikungunya - Divulgação

A febre de Chikungunya é uma doença causada por vírus do gênero Alphavirus e transmitida pelos mosquitos Aedes aegypti (transmissor da dengue) e o Aedes albopictus os principais vetores. Os sintomas da doença são febre alta, dor muscular e nas articulações, cefaleia e erupções cutâneas vermelhas. Os sintomas desta doença costumam durar de três a dez dias.

Sinais e sintomas

Os principais sintomas da febre de chikungunya são febre acima de 39 graus, de início repentino, e dores intensas nas articulações de pés e mãos (dedos, tornozelos e pulsos). Pode ocorrer ainda dor de cabeça, dores nos músculos e manchas vermelhas na pele. Cerca de 30% dos casos não chegam a desenvolver sintomas. No entanto, alguns destes podem ser sentidos por até seis meses após o início do quadro.

Tratamento

Até o momento não existe um tratamento específico para Febre de Chikungunya. Os sintomas são tratados com medicação para a febre e as dores articulares (antiinflamatórios). Não é recomendado usar o ácido acetil salicílico (AAS) devido ao risco de hemorragia. Recomenda‐se repouso absoluto ao paciente e ingerir líquidos em abundância.

Boletim Epidemiológico

Com relação à febre de  chikungunya, até o momento, somente um caso foi registrado em todo o Estado em 2015. Apesar disso, a Sesau está capacitando e orientando profissionais de toda rede de saúde para permitir que os profissionais da rede pública e privada estejam aptos a identificar casos da doença e oferecer aos pacientes suspeitos o tratamento preconizado pelo Ministério da Saúde.