Geral 17/01/2018 - 08:58 - Fernanda Veloso/Governo do Tocantins

Secretaria da Saúde estuda implantação de aplicativo que abre chamado voluntário em caso de acidentes no Tocantins

Adriana Mallet - médica emergencista -Foto Fernanda Veloso.JPG Adriana Mallet - médica emergencista -Foto Fernanda Veloso.JPG - Picasa
Fernanda Veloso (13).JPG Fernanda Veloso (13).JPG - Picasa
Na ocasião Dr. Fábio entregou um Atlas de acidentes de trânsito 2017 ao Secretário da Saúde - Fernanda Veloso.JPG Na ocasião Dr. Fábio entregou um Atlas de acidentes de trânsito 2017 ao Secretário da Saúde - Fernanda Veloso.JPG - Picasa

A Secretaria de Estado da Saúde (Ses-TO) recebeu nesta terça-feira, 17, representantes do aplicativo 192 Smart, que abre chamado voluntário em caso de acidentes ou emergências, rapidamente, compartilhando os dados médicos da vítima e a localização precisa da ocorrência. O aplicativo usa a exclusiva tecnologia S.O.Smart de detecção automática de colisões, desenvolvida por uma startup chilena. Com ela, o aplicativo pode realizar o chamado para o 192 mesmo que a vítima esteja inconsciente após um acidente.

Segundo Adriana Mallet, médica emergencista do Samu, o projeto nasceu depois que sua amiga foi atropelada no Estado de São Paulo. “No dia 15 de maio de 2016, minha amiga Anariá Recchia foi atropelada de forma criminosa em uma calçada de São Paulo. No dia seguinte, faleceu. Desde então me comprometi a tentar mudar essa triste realidade de mortes evitáveis no Brasil”, comenta.

O 192 Smart foi lançando em maio de 2017 em fase piloto e oficialmente em setembro do mesmo ano. Em funcionamento nas cidades de Limeira e Cordeirópolis, no Estado de São Paulo, o aplicativo já foi baixado por quase 6 mil usuários e já está em fase de implantação em 150 municípios.

“O aplicativo é gratuito para todos que quiserem baixa-los em seus aparelhos. Por meio de georreferenciamento conseguimos localizar exatamente o local em quem aconteceu a emergência, o que facilita o acesso das unidades de socorro. Além disso, quando existe uma situação de acidente o aplicativo faz uma ligação em viva voz para o Samu ou Corpo de Bombeiros, o que permite ao acidentado falar imediatamente sua condição para o socorrista”, afirma Adriana.

Dr Fábio Racy, presidente do Conselho Estadual para a Diminuição de Acidentes de Transito e de Transporte de São Paulo, também participou da apresentação ressaltando a importância de mais localidades aderirem ao aplicativo. “Nós do conselho apoiamos integralmente essa iniciativa. Esse tipo de iniciativa vai mitigar sofrimentos causados e salvar muitas vidas, o Tocantins precisa abraçar esse projeto”, ressaltou.

Na ocasião Dr. Fábio entregou um Atlas de acidentes de trânsito 2017 ao Secretário de Estado da Saúde, Marcus Musafir, que apontou o interesse do Tocantins em aderir ao aplicativo. “É algo que pode reduzir drasticamente o número de vítimas e preservar vidas. Algo que facilita não só a vida do usuário de trânsito, mas de todos os profissionais envolvidos no resgate ás vítimas”, disse.

Vale ressaltar que uma das políticas do 192 Smart é de preservar anônimos os dados dos usuários, com total sigilo médico.