Pactuação Interfederativa

O monitoramento é entendido como etapa fundamental para a avaliação de ações de saúde, e consiste no acompanhamento e análise de indicadores em saúde.

Alguns conceitos, no contexto do monitoramento:

Indicador:

"Indicadores são medidas-síntese que contêm informação relevante sobre determinados atributos e dimensões do estado de saúde, bem como do desempenho do sistema de saúde (Ripsa. – Brasília: Organização Pan-Americana da Saúde, 2002.299 p.). Vistos em conjunto, devem refletir a situação sanitária de uma população e servir para a vigilância das condições de saúde. Se forem gerados de forma regular e manejados em um sistema dinâmico, os indicadores de saúde constituem ferramenta fundamental para a gestão e avaliação da situação de saúde, em todos os níveis (Contandriopoulos, André-Pierre. Avaliando a institucionalização da avaliação. Ciência & Saúde Coletiva, 11(3):705-711,2006). Um conjunto de indicadores de saúde tem como propósito produzir evidência sobre a situação sanitária e suas tendências, inclusive documentando as desigualdades em saúde. Além de prover matéria prima essencial para a análise de saúde, a disponibilidade de um conjunto básico de indicadores tende a facilitar o monitoramento de objetivos e metas em saúde, estimular o fortalecimento da capacidade analítica das equipes de saúde e promover o desenvolvimento de sistemas de informação de saúde intercomunicados". 


Monitoramento:

"O monitoramento é um processo sistemático e contínuo que através da observação e análise de informações substanciais e em tempo adequado,
permite a rápida avaliação situacional e a intervenção oportuna que confirma ou corrige as ações em saúde".


Avaliação:

"A avaliação é uma função da gestão destinada a auxiliar o processo de decisão, visando torná-lo mais racional e efetivo. Na atual conjuntura, o alto
custo da atenção a saúde, seja por sua cobertura ou complexidade, tem exigido dos gestores decisões que beneficiem maior número de usuários e que consigam resultados
mais eqüitativos com os mesmos recursos disponíveis (Tanaka, Oswaldo Yoshimi; Melo, Cristina. Uma proposta de abordagem Transdisciplinar
para avaliação em Saúde. Interface - Comunic, Saúde, Educ 7, agosto, 2000)".